Principais Dúvidas Sobre Consórcios

 em Consórcio

Principais dúvidas sobre consórcios

O consorcio é uma alternativa que vem sendo muito utilizada pelos brasileiros para aquisição de bens e é ideal para quem não tem pressa para adquirir o bem ou não tem a disciplina financeira de fazer uma poupança para conseguir juntar o capital necessário para realizar a compra à vista. Mas para tomar a decisão de iniciar a jornada para a realização do sonho de comprar um imóvel, carro ou moto é necessário conhecer a fundo e tomar alguns cuidados antes de investir em um consórcio.

O objetivo deste artigo é explicar as principais dúvidas de quem está pensando em adquirir um consórcio.

1

O que é um consórcio?

É um sistema de compra programada e parcelada onde através das administradoras de consórcios são feitos grupos de pessoas físicas ou jurídicas, com interesse na compra de um bem, onde cada uma através da compra de uma cota participa mensalmente de assembleias em que são contemplados alguns participantes por meio de sorteios e lances. Quando uma pessoa (consorciado) é contemplado, ele recebe uma carta de crédito no qual será possível realizar a compra do bem.

2

É seguro comprar um consórcio?

 

Que garantias eu tenho?

Assim como os bancos e outras instituições financeiras, as administradoras de consórcios estão sob jurisdição do Banco Central, que em 6 de fevereiro de 2009, passou a vigorar a legislação específica do setor, a Lei nº 11.795, ou Lei dos Consórcios, que consolidou o Banco Central como a autoridade responsável pela normatização, coordenação, supervisão, fiscalização e controle das atividades do Sistema.

É de responsabilidade do Banco Central conceder autorização para o funcionamento ou cancelar a autorização das administradoras de consórcio, disciplinar as operações de consórcios, penalizar os infratores, fiscalizar as operações, estabelecer os procedimentos relativos ao processo administrativo e intervir nas administradoras.

É muito importante antes de adquirir uma cota de consórcio verificar se a administradora está com sua “saúde financeira” em dia, e isso é possível acompanhando no site do Banco central: http://www.bcb.gov.br/pre/composicao/ac.asp

3

De quais maneiras eu posso ser contemplado?

Mensalmente nas assembleias todos os participantes do grupo que ainda não foram contemplados participam de um sorteio, onde o sorteado será contemplado com a carta de crédito para aquisição de bem no valor contratado.

Além do sorteio ainda há na mesma assembleia outras contemplações através dos lances que podem ser:

Lance livre:  Você escolhe o valor que deseja ofertar e o maior lance no seu grupo é contemplado.

Lance Fixo: Oferte um percentual do valor do bem pretendido em média 40% a 50% de antecipação de prestações e concorre com os consorciados do seu grupo que ofertaram na mesma modalidade.

Lance Embutido: Utilizando parte do seu crédito (até 25%) para aumentar o lance que vai ofertar.

4

Quais são as taxas inclusas no consórcio?

No sistema de consórcios não há cobrança de juros, o consórcio é um autofinanciamento entre os consorciados e com recursos dos próprios integrantes do grupo geridos pela administradora do consórcio.

A prestação mensal do consórcio é formada da seguinte maneira:

Fundo Comum (FC): É o valor pago pelo consorciado para formar o capital que será destinado a compra do bem ou serviço pelos contemplados.

Taxa de Administração (TA): É a remuneração da administradora pelos serviços prestados na formação e gestão do grupo.

Fundo de Reserva (FR): É um fundo de proteção destinado a garantir o funcionamento do grupo em situações adversas, como inadimplência. É importante observar que se houver recursos nesse fundo quando o grupo for encerrado, eles serão devolvidos proporcionalmente aos consorciados.

Seguro de vida: Destina a pagar o saldo devedor em caso de falecimento do consorciado.

Os valores variam de acordo com cada administradora, por isso é importante verificar sempre o valor total que será pago pois em alguns casos a administradora com a menor taxa de administração nem sempre é a que oferece o melhor valor.

5

Como é reajustado o valor da mensalidade?

Em um consórcio o valor do crédito é atualizado anualmente ao longo do contrato do grupo isso é importante para garantir o poder de compra mesmo que o valor do bem tenha sido alterado.

Por exemplo ao realizar a compra de uma cota no valor de R$ 50.000,00 e o consorciado for contemplado na 24º assembleia, passado dois anos o bem que ele desejava comprar quando fez o consórcio não teria mais o mesmo valor, portanto com a atualização ele receberia um valor superior ao contratado, por exemplo: R$ 51.204,00.

Os índices de reajuste precisam estar registrados no contrato do consórcio.

No segmento de imóveis, o indicador mais utilizado é o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC). Em serviços, o mais comum é o Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM). E para veículos o mais comum é o Índice de preço ao consumidor amplo (IPCA).

Espero que este artigo tenha sido útil para você conhecer um pouco mais como funciona o sistema de consórcios, mas caso tenha alguma dúvida entre em contato conosco que teremos a satisfação em orientar você.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

WhatsApp chat