Categories
Planos Odontológicos Saúde e Bem-Estar

Por que você deve sempre sorrir em suas fotos de perfil

A importância de um sorriso bonito nas fotos de perfil

Hoje em dia tudo gira em torno das redes sociais, seja o facebook, instagram ou até mesmo os aplicativos de mensagens como whatsapp ou telegran. São elas que determinam quão irão às vendas de um negócio ou o sucesso de um produto.

O fato é que, a redes sociais são de extrema importância para a sociedade atual, por isso, ter um sorriso perfeito nas fotos de perfil pode ser de grande ajuda.

As redes sociais comandam praticamente tudo e lançam tendências, a sua foto de perfil pode determinar se você será ou não uma pessoa badalada nas mídias sociais. O Brasil é o país em que mais pessoas utilizam fotos sorrindo nas redes, o que só demonstra a grande e expressiva importância de um sorriso.

Apresentar-se bem é fundamental para tudo, seja para sua vida pessoal ou profissional, ter um sorriso perfeito é como ter um bom cartão de visitas. Um sorriso cativante pode garantir sucesso profissional e pessoal, afinal de contas, a primeira impressão é sempre a que fica.

Muita gente desiste do sonho de um sorriso impecável por um simples motivo: preços alto, para investir em tratamentos odontológicos, uso de aparelho e clareamento.

O que muita gente não faz ideia, é que você pode conquistar um sorriso perfeito por um baixo custo. E isso é possível graças a contratação de um plano odontológico. Por um custo justo que cabe no bolso, você pode realizar todos os procedimentos e tratamentos que precisar sem limite de utilização, e em qualquer cidade do Brasil.

Cuidar da saúde da boca com um plano odontológico é bem diferente de buscar um atendimento no particular, com consultas avulsas que podem se tornar uma surpresa desagradável para o seu bolso.

Nas redes sociais a sua foto de perfil é o que define sua imagem, portanto, investir em um bom sorriso pode garantir oportunidades. Seja para o mundo corporativo, ou para atrair mais pessoas para perto, sua imagem é a primeira coisa que todo mundo verá quando pesquisar pelo seu perfil.

É fato que diversas empresas, escolas e cursos pesquisam sobre você nas redes sociais muito antes de te garantir uma vaga, assim, sua imagem na internet pode contar muito.

Como suas fotos de perfil em redes sociais podem influenciar seu dia a dia?

A tecnologia é o que comanda a sociedade atual, muitos empregos, empresas e escolas preparatórias garantem vagas e oportunidades apenas pela internet. hoje em dia, É impossível pensar em como funcionaria uma sociedade que não existissem mídias sociais, afinal de contas, elas mandam em praticamente tudo nos dias atuais.

Conseguir uma vaga de emprego, ou um parceiro novo é mais fácil com o uso das redes sociais, pois eles podem apresentar um pouco sobre você mesmo sem que a pessoa chegue perto.

Portanto, a foto de perfil de uma rede social é a primeira coisa a ser vista sobre você. Ter uma boa imagem pode te ajudar a ter mais sucesso em tudo que busca e nada melhor para isso do que uma boa foto com um lindo sorriso estampado no rosto.

Cuidar da saúde da boca, realizando todos os tratamentos, alinhamentos e clareamento para alcançar um sorriso perfeito há alguns anos era algo extremamente complicado e caro.

Mas com a chegada dos planos odontológicos nos últimos anos, tudo ficou mais simples e barato. Os planos odontológicos permitem que você alcance o sorriso que sempre quis ter com atendimento de qualidade, aliado a um preço baixo.

Assim como a internet e as redes sociais facilitam o dia a dia de todos nós, ter acesso a um plano odontológico faz o mesmo. Essa ajuda vem de diversas formas, por exemplo: Atendimento Nacional, cobertura para mais de 280 tipos de procedimentos e atendimento para urgências/emergências.

E até mesmo cuidados estéticos estão disponíveis em alguns planos odontológicos, como clareamento, instalação e manutenção de aparelho ortodôntico.

Para ter sucesso nas redes sociais um lindo sorriso pode te ajudar bastante. Pesquisas mostram que pessoas com sorriso no rosto em suas fotos de redes sociais têm mais cliques do que pessoas que não estão sorrindo.

Portanto, se o que você procura é sua rede social sendo um sucesso, use sempre fotos de perfil sorrindo.

Como resolver os problemas com o preço na hora de conquistar um sorriso bonito para fotos em redes sociais?

Um tratamento odontológico sem um plano odontológico é algo realmente muito caro, e a não ser que você tenha muito dinheiro, não é nada recomendado para ninguém.

Pagar consultas e procedimentos estéticos sem um plano odontológico, além de sair mais caro é muito mais cansativo, afinal de contas, até para encontrar os especialistas pode ser trabalhoso.

Muitas vezes pessoas que viajam muito, ou que são bem atarefadas ao longo do dia não conseguem ter um tratamento dentário por conta dos seus horários ruins.

Uma forma de melhorar isso é agendando consultas em centros especializados, onde você consegue passar por vários especialistas, um após o outro em uma única consulta.

Também é possível marcar suas consultas fora do horário comercial, muitos dentistas oferecem essa solução nos planos odontológicos.

Ter um sorriso perfeito em sua foto de perfil da rede social é muito mais do que melhorar cliques, é também cuidar da sua saúde e autoestima. Um sorriso bonito e bem alinhado ajuda até na saúde do seu corpo, diminuindo problemas como dores de cabeça, tontura e até mesmo dores após refeições.

Sem contar que ter sucesso nas redes sociais é uma excelente forma de investir em sua carreira profissional. Pois, quanto mais positiva é sua imagem pública, ou seja, nas redes sociais, melhor será a forma com que as pessoas ao seu redor olham para você.

Ter um sorriso bonito melhora sua alto estima, e hoje em dia é algo que realmente cabe no bolso e na sua rotina.

Buscar a saúde da sua boca, e uma maior auto estima é uma das melhores formas de investir em você e em seu futuro pessoal e profissional.

Categories
Planos de Saúde Saúde e Bem-Estar

Plano de Saúde cobre Parto?

Para muitas mulheres, em muitas famílias, ter um filho é um sonho que depende de grande planejamento e comprometimento e ter um plano de saúde com cobertura para parto, deve fazer parte do planejamento pré gravidez.

Os cuidados se redobram durante todos os meses da gravidez, a vida de todos envolvidos mudam, mas principalmente da gestante que se compromete com novos hábitos, como o acompanhamento médico e todos exames que ocorrem pelos nove meses de gestação. 

O parto é um dos momentos mais importantes na vida de uma mãe, sendo um grande acontecimento que não fica fora de nenhum planejamento, principalmente o financeiro.

Um parto realizado no particular custa em média no Brasil R$4.000,00, além de todos os gastos repentinos e imprevisíveis após o nascimento.

 Dito isso, uma dúvida frequente que normalmente recebemos: Quando o plano de saúde cobre o parto?

Hoje falaremos dessa e outras dúvidas em relação ao plano de saúde em função da gravidez, que normalmente são feitas aos nossos consultores. Abaixo relacionamos tudo de que falaremos nesse artigo:

Plano de saúde cobre parto em qualquer situação?

Indo direto ao ponto, a resposta é simples e direta: Sim, as operadoras de planos de saúde são obrigadas a cobrir o parto.

O parto é coberto desde que a carência para tal procedimento seja cumprida. Todos os procedimentos, inclusive o parto, estão no rol de atendimento da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), ou seja, sendo os procedimentos que todas as operadoras de planos de saúde são obrigadas a fornecer cobertura.

Confira o rol de procedimentos da ANS

Plano de saúde x carência na gravidez

Já sabemos que os planos de saúde cobrem o parto, mas como dito anteriormente, para o parto ter cobertura pelo convênio médico, é necessário que a beneficiária cumpra a carência exigida.

A carência é o tempo necessário de permanência no contrato para oferecer a cobertura para cada procedimento realizado dentro do convênio.

Qual a carência para parto?

Para o parto e todos os procedimentos dentro da gravidez, o tempo de carência é de 300 dias, ou seja, 10 meses.

Com isso, há normalmente mais uma dúvida: Se o plano de saúde cobre o pré-natal, e sim, o plano de saúde cobre o pré-natal se conjuntamente com o parto, tenha sido cumprido a carência.

Em resumo, o plano de saúde tem cobertura para todos os procedimentos, consultas e exames durante toda a gestação desde que o plano tenha sido contratado com mais de 300 dias do início da gravidez.

Sendo assim, se você pretende contratar o um plano de saúde com a intenção de ter cobertura para o parto e os devidos procedimentos, o ideal é que a contratação seja feita com no mínimo de três meses antes de engravidar, garantindo que durante a gestação o prazo de carência seja cumprido.

E se eu entrar no contrato já estando grávida?

Caso você entre no contrato já estando grávida, o plano de saúde não terá a obrigação de cobrir quaisquer procedimentos e/ou exames voltados para a gestação, e principalmente o parto.

Existe plano de saúde sem carência para o parto?

Para planos de saúde empresariais e acima de 30 vidas, a ANS determina que não exista carência para parto e para os procedimentos necessários que são realizados durante a gravidez.

Cobertura e assistência para o recém-nascido

Sabemos que durante o primeiro mês de vida do recém-nascido, ele passa por uma série de exames e procedimentos, como vacinas e testes.

Visto isso, caso o bebê tenha nascido amparado pelo plano de saúde, ele terá cobertura total até os seus 30 primeiros dias de vida.

Nesse período os pais/responsáveis devem incluir a criança no contrato do plano de saúde, e quando incluso, o bebê entrará com o benefício de carência zero para quaisquer procedimentos.

Se o plano de saúde para o recém-nascido for contratado após esses 30 dias, ele deverá cumprir as carências contratuais de um novo plano, perdendo a redução de carência em função do plano de saúde de sua mãe.

Dica da Virtua: Mastopexia

Após a gravidez e a amamentação, algumas mulheres se queixam dos “seios caídos”. Em casos mais graves, as mamas caídas geram dores e desconfortos tanto físicos quanto psicológicos, devida a falta de autoestima e qualidade de vida da mulher.

Essas dores quando diagnosticada pelo médico e confirmada sua causa pelo caimento dos seios, é indicado a intervenção cirúrgica: a mastopexia.

Plano de saúde cobre mastopexia?

A mastopexia se enquadra em âmbito de cirurgia reparadora, e com o encaminhamento médico, o plano de saúde oferece SIM cobertura para realizá-la.

Tem dúvidas quanto o parto no plano de saúde? Ou quer engravidar e ainda não tem um convênio médico?

Na Virtua corretora você conta com corretores de planos de saúde especializados, oferecemos um atendimento personalizado e atencioso, visando esclarecer as suas dúvidas e entender a sua necessidade.

Conheça os melhores planos de saúde com programas específicos para gestantes, fale com um corretor de plano de saúde.

Categories
Nutrição e Atividade Física Saúde e Bem-Estar

Vitamina D | Porque é importante para sua saúde

Nos últimos anos muito tem se falado sobre a vitamina D, isso se dá pelo fato das inúmeras novas descobertas de novas relações com o nosso corpo, que vão muito além das interações com nossa estrutura esquelética como era dito no passado.

Atualmente a vitamina D, mais precisamente a vitamina D3 é considerada um hormônio que tem ação desde a saúde musculo-esquelética, na imunidade, no sistema cardiovascular, sistema nervoso central entre outras funções.

De acordo com dados da Organização mundial de Saúde (OMS) metade da população do mundo possui quantidades insuficientes deste nutriente.

Recentemente muitos médicos endocrinologistas e nutrólogos estão receitando para seus pacientes suplementos desta vitamina, mas hoje, vamos falar da importância da vitamina D, e apresentar como você pode manter os níveis ideais de Vitamina D de forma natural e sem mistérios!

O que é a vitamina D?

Apesar de ser considerada uma vitamina, ela tem funções que vão muito além de outros tipos de vitaminas, e isso é levado em consideração por conta do nosso próprio organismo ter capacidade de produzir a vitamina D, então, assim ela é considerada um tipo de hormônio.

Esta vitamina pode ser encontrada na natureza em 2 formas

Vitamina D2

encontrada em plantas e cogumelos, onde nestes, sua síntese também depende da exposição aos raios solares.

Vitamina D3 ou colecalciferol

é a forma mais frequente, e é de origem animal, sendo mais encontrada em peixes oleosos. Além disso, também é produzida pelo nosso organismo, onde é sintetizada na pele através do colesterol quando a recebe exposição solar.

 Quais são os níveis ideais de Vitamina D?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o valor desejável para população saudável até 60 anos é acima de 20 ng/mL.

Porém, a Endocrine Society recomenda em relação a saúde dos ossos, que adultos devem ingerir em média 600UI ao dia.

Para que serve a vitamina D?

Atualmente foi comprovado que a Vitamina D exerce diversas funções em nosso corpo, sendo sua principal relacionada ao metabolismo do cálcio e fósforo e na formação do sistema esquelético. Suas outras funções estão relacionadas ao sistema imune, sistema nervoso central, cardiovascular, entre outros.

Como repor a vitamina D?

A forma mais barata e eficiente de repor ou manter as quantidades suficientes de vitamina D no organismo está exposição da pele ao sol, sem o uso do filtro solar, onde é recomendado em média 140 minutos de exposição por semana.

Como o efeito é acumulativo, é possível fracionar a sua exposição, onde entre 15 a 20 minutos diários irão permitir atingir os níveis considerados satisfatórios dela no organismo.

Porém, vale lembrar que o horário aconselhável para “pegar sol” ocorre antes das 10h e após as 16h, quando os efeitos dos raios ultravioletas são menores. Mas se expor ao sol não é a única maneira de absorver esta vitamina, pela alimentação também é possível atender as quantidades de vitamina D que seu corpo necessita para ser saudável.

8 alimentos ricos em vitamina D:

  1. Óleo de Fígado de bacalhau: Apenas 1 colher do sopa representa 227% da quantidade diária necessária.
  2. Salmão cozido
  3. Atum enlatado
  4. Sardinha
  5. Fígado Bovino
  6. Ovos com gema
  7. Leite integral
  8. Manteiga

Mas não acredite que apenas com a alimentação será fácil manter os índices adequados da vitamina, isso se dá pelo fato que as concentrações nos alimentos serem baixas, por exemplo um ovo grande possui em média 87UI, onde, como foi dito anteriormente, a recomendação diária para um adulto são 600UI.

Portanto é muito interessante que reserve na agenda durante a semana um momento para “pegar um sol”, além da vitamina D o sol interage com diversas outras funções do organismo, como a liberação de serotonina, que é diretamente ligado com a sensação de felicidade.

Se frutas e legumes não possuem vitamina D, como os vegetarianos podem ingerir?

Se você é vegetariano, há disponível no mercado alguns alimentos que são fortificados com a vitamina D, sendo possível encontrar em cereais.

Nesse caso, se expor ao sol será a fonte natural mais relevante para vegetarianos manterem os níveis da vitamina na normalidade.

Outra solução são os suplementos alimentares de Vitamina D, desta maneira, vegetarianos podem complementar sua alimentação para atingir os níveis ideais desta vitamina.

O que pode causar deficiência de vitamina D?

Em estudos recentes, foi descrito que a deficiência dela está ligada a diversos processos no nosso organismo que vão além da relação com o metabolismo do cálcio e fósforo, sua relação está também associada aos seguintes processos:

  • Metabolismo do colágeno;
  • Regulação das quantidades de magnésio;
  • Regulação e liberação de insulina pelo pâncreas e da prolactina pela hipófise;
  • Associação com doenças autoimunes como diabetes mellitus tipo 1, esclerose múltipla, artrite reumatoide entre outras;
  • Associação com alguns tipos de Câncer;
  • hipertensão arterial sistêmica
  • Obesidade.

Quais são os sintomas de quem tem Vitamina D baixa?

A deficiência desta vitamina pode apresenta alguns sintomas, porém como são um pouco genéricos, podem ou não estar associados com a falta de vitamina D no organismo:

  • Sensação de Fadiga
  • Unhas e cabelos fracos e quebradiços
  • Perda da força muscular
  • Frequência de gripes e resfriados, entre outros.

Qual melhor exame de sangue para vitamina D?

Em testes laboratoriais pode ser solicitado a dosagem da vitamina D ativa no organismo pelo exame de concentração de hidroxivitamina D, ou também chamado de 25-OH vitamina D.

Como garantir que sua saúde está em dia?

A vitamina D realmente é importante organismo, porém, muitos outros fatores podem prejudicar sua saúde.

A melhor maneira para pessoas saudáveis que desejam permanecer assim é através da manutenção de uma rotina de check-up médico preventivo, no Rio de Janeiro os melhores  planos de saúde oferecem programas especiais com essa função.

Assim Saúde Special Life:

O plano Assim Saúde oferece aos seus associados um centro de atendimento ambulatorial especializado, aliando médicos especializados com avançada tecnologia em saúde para disseminar o conhecimento sobre as doenças e auxiliar seus clientes na mudança de estilo de vida visando o bem-estar e a qualidade em saúde da população.

Espaço Amil saúde

O Plano de saúde Amil disponibiliza para seus clientes unidades especiais, no Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná com equipes multidisciplinares focados no modelo de atenção primária à saúde e coordenação do Cuidado.

Estes centros especializados Amil têm por objetivo que seus clientes tenham atendimento mais próximo e rápido, tendo um médico de família para fazer o acompanhamento de todo seu histórico de atendimento ao longo do tempo. Além de informar sobre os programas de saúde.

Se você é cliente amil, encontre um Espaço Saúde mais próximo para ser atendido.

Caso você não tenha um plano de saúde, ou deseje reduzir o custo do seu plano, fale agora com um corretor de plano de saúde especializado da Virtua Corretora, ajudaremos você a encontrar o plano que oferece o melhor custo benefício para você e sua família.

fontes:

Vitamina D

https://brasilescola.uol.com.br/biologia/vitamina-d.htm

Quando devemos fazer reposição de vitamina D?

https://hospitalsiriolibanes.org.br/blog/endocrinologia/quando-devemos-fazer-reposicao-de-vitamina-d

Recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) para o diagnóstico e tratamento da hipovitaminose D

https://www.scielo.br/j/abem/a/fddSYzjLXGxMnNHVbj68rYr/

Categories
Nutrição e Atividade Física Saúde e Bem-Estar

5 alimentos para deixar sua pela mais bonita

Agora fique por dentro de 5 alimentos que irão te ajudar a ter a pele dos sonhos!

Alguns nutrientes encontrados nos alimentos são mais benéficos do que diversos cremes e cosméticos que se intitulam como “milagrosos” com suas propagandas milionárias.

Mas você também pode ter uma pelo bonita e saudável sem gastar rios de dinheiro!

Através de um cardápio bem elaborado, rico em fibras, variado constantemente na dieta, irá refletir diretamente na sua qualidade de vida, consequentemente deixando sua pele mais bonita com os nutrientes que combatem o envelhecimento precoce da pele.

Os antioxidantes como o betacaroteno, muito encontrado em frutas e legumes amarelo-alaranjados, ajudam o organismo a combater os radicais livres, que causam o enfraquecimento do sistema Imunológico e o envelhecimento.

Também é possível combater distúrbios mais sérios, como artrite, catarata, entre outros..

5 alimentos para deixar sua pela mais bonita:

Cenoura

Através desse vegetal, assim como outras frutas e legumes de cor alaranjada, são fontes de betacaroteno, precursor da vitamina A, que além de ser oxidante, tem o poder de controlar a oleosidade, garantindo a integridade da pele.

Dito isto, consumir pode ajudar a modular os genes de formação da queratina e do colágeno.

Aveia

Esse cereal também tem ação antioxidante, se tornando um aliado ainda maior para pele, estimulando a produção de colágeno e elastina, proporcionando assim mais firmeza e elasticidade à pele, além de aumentar a hidratação e a maciez da epiderme

Sardinha

Um peixe bastante saudável, capaz de oferecer uma vasta lista de nutrientes, como a vitamina B12 que auxilia na regeneração celular.

E também o selênio, que protege dos danos causados pelo sol, atuando como um ótimo antioxidante e anti-inflamatório, sendo uma grande fonte de ômega 3.

Frutas cítricas

Frutas como limão, laranja e maracujá são extremamente ricas em vitamina C.

Esta vitamina tem o poder de ser antioxidante e ter colágeno ao mesmo tempo, além de contribuir com a hidratação do organismo, já que são ricas em água.

Abóbora

Fontes de Vitamina A,B,C,E,K, além de todos minerais envolvidos, como ferro, cálcio, fósforo, magnésio e zinco.

A abóbora contém enzimas que ajudam a deixar a textura e tonalidade da pele mais uniforme, com o caroteno e aminoácidos, eles intensificam a produção de colágeno e torna a pele mais resistente aos raios UV.

Quer uma dica extra da Virtua corretora para ter sua pele mais bonita?

Após o verão, que é a época em que costumamos pegar mais sol é aconselhável se consultar com um dermatologista, que é coberto pelo seu plano de saúde Amil para ele avaliar a condição de sua pele, sendo assim, você terá a manutenção da beleza da pele, além de garantir os cuidados básicos para evitar problemas futuros, como o câncer de pele.

Curiosidades sobre a pele

Você sabia que a pele é o maior órgão do seu corpo? É isso mesmo! a pele sozinha representa 16% do seu peso e possui funções importantes para todo seu corpo, além de ser a barreira que separa o ambiente externo do seu interior.

Outras funções da pele são:

  • Ajudar a regular a temperatura corporal
  • Conter primariamente contaminações por agentes químicos, fungos e bactérias.
  • Preservar o corpo do calor/frio
  • ajudar no controle do fluxo sanguíneo.

Gostou dos 5 alimentos para manter sua pele mais bonita?

Compartilhe com seus amigos estes alimentos que irão ajudar a você chegar no verão com a pele com muito mais saúde e beleza!

Categories
Planos de Saúde Saúde e Bem-Estar

Cirurgia bariátrica. Plano de Saúde cobre?

A cirurgia bariátrica está cada vez mais sendo procurada, em média 63.969 mil pessoas todos os anos realizam a cirurgia no Brasil.

É um número elevado em comparação a outras cirurgias, porém, é um dado que mostra que o brasileiro está buscado melhor saúde e qualidade de vida.

O sobrepeso está diretamente ligado a problemas de saúde, visto que não é algo saudável, além do mais, a parte psicológica que também é afetada.

Tópicos deste artigo:

  • O que é a cirurgia bariátrica?
  • Quem é indicado a fazer a cirurgia?
  • No que o sobrepeso interfere na qualidade de vida das pessoas
  • Sobrepeso x saúde mental
  • Quais os tipos de cirurgia bariátrica?
  • Plano de saúde cobre bariátrica?
  • Cirurgias reparadoras pós bariátrica

Primeiramente, o que é a cirurgia bariátrica?

Em poucas palavras, a cirurgia bariátrica consiste na plástica do estômago, com o principal objetivo de reduzir o peso do paciente que sofre de obesidade mórbida ou de sobrepeso, verificado pelo IMC elevado.

A cirurgia tem como objetivo modificar o processo natural de digestão do organismo e/ou diminuir a quantidade de alimento tolerada pelo estômago.

Para quem é indicado a cirurgia bariátrica?

Como dito anteriormente, seu objetivo é a redução de peso, para aqueles que de alguma forma são afetados pelo mesmo, e pela saúde física e mental.

A cirurgia bariátrica é indicada para aqueles que possuem IMC (índice de massa corporal) acima de 35 e para aqueles que se incluem em diagnóstico de obesidade mórbida.

Diferença entre Obesidade mórbida e sobrepeso

obesidade mórbida é caracterizada quando o paciente possui IMC acima de 40, e que abrange outras doenças, como a hipertensão, diabetes e doenças respiratórias.

Além da falta de uma boa qualidade de vida e bem-estar, já que o paciente passa por limitações devidas ao seu peso.

Já o sobrepeso, abrange todos os pacientes que estão um acima do peso, com IMC variando entre 25 e 29,9.

O aconselhável pelos especialistas para as pessoas com sobrepeso, é a junção de atividades físicas reguladas e acompanhamento nutricionista, para uma dieta equilibrada.

Seguindo essas orientações há muito mais chances de emagrecer, sem necessariamente optar por uma cirurgia bariátrica ou de redução de estômago, por exemplo.

O Plano de saúde cobre nutricionista?

A resposta é bem simples e esclarecida: SIM, o plano de saúde é obrigado a cobrir atendimento ao nutricionista se acompanhado de um encaminhamento médico.

O atendimento ao nutricionista está presente no rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Confira o rol de procedimentos da ANS 2021

Como medir o IMC?

O IMC é o índice de massa corporal, ele deve ser calculado através de uma conta bem simples. Você deve dividir o seu peso em quilos pela sua atura em metros, elevada ao quadrado.

Um exemplo: Se você pesa 60kg e mede 1,60m, você deve realizar a seguinte conta: 60/1,60² = 23,43 é o seu IMC.

Visto isso, para analisar o seu IMC, você deve compará-lo a seguinte tabela:

Abaixo de 17: Muito abaixo do peso
Entre 17 e 18,49: Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,99: Peso normal
Entre 25 e 29,99: Sobrepeso
Entre 30 e 34,99: Obesidade Leve
Entre 35 e 39,99: Obesidade severa
Acima de 40: Obesidade mórbida.

Sobrepeso e Obesidade: o quanto interfere na qualidade de vida 

Saúde física e mental andam lado a lado, quando ocorrem quadros de sobrepeso e obesidade, acabam se agravando as interferências físicas e mentais na vida do paciente.

Como falamos anteriormente, o sobrepeso afeta diretamente na saúde física, o obeso é mais suscetível de manifestar inúmeros tipo de doenças, tais como:

  • Doenças cardiovasculares
  • Diabetes tipo 2
  • Doenças respiratórias
  • Hipertensão
  • Aumento do colesterol e triglicérides

Fora as limitações causadas pelo mesmo, como a dificuldade em praticar atividades físicas, como a corrida, e até mesmo nas atividades cotidianas, seja em sua casa ou trabalho.

Seguindo essa linha de raciocínio, as limitações físicas acabam afetando diretamente o psicológico.

Os principais pontos negativos de como a obesidade e sobrepeso influenciam na saúde mental, partem de o paciente estar mais propício a desenvolver transtornos mentais, como depressão e até mesmo alimentares.

A baixa autoestima, a forma em que o obeso se enxerga e até mesmo o preconceito sofrido dentro da sociedade, são pontos que levam muitas pessoas a entrarem em quadros depressivos.

Os tipos de cirurgia bariátrica

Existem quatro tipos de cirurgia bariátrica, sendo cada uma voltada para a necessidade e situação do paciente. Os quatro tipos são:

  • Bypass Gástrico
  • Banda Gástrica
  • Gastrectomia Vertical
  • Derivação biliopancreática

Bypass Gástrico

Consiste em uma das cirurgias bariátricas mais invasivas, sendo realizada a retirada de grande parte do estômago, ligando a parte restante ao intestino. Essa cirurgia tem como objetivo diminuir a quantidade de alimento que o estômago comporta e consequentemente diminuindo a quantidade de caloria absorvida pelo intestino.

Banda Larga

Tem como objetivo colocar uma banda em forma de anel em volta do estômago, diminuindo o tamanho do mesmo. Com a intenção da diminuição da ingestão de alimentos e calorias.

É a cirurgia bariátrica menos invasiva.

Gastrectomia Vertical 

Com resultados menos satisfatórios, essa cirurgia permite a perca de até 40% do peso inicial do paciente. Consiste em manter a ligação natural do estômago ao intestino, removendo de forma parcial parte do estômago, com a função de reduzir a quantidade de caloria absorvida.

Derivação Biliopancreática

Diferente das outras cirurgias, nela acontece também a retirada do intestino delgado, além de uma parte do estômago. Essa técnica permite que grande parte dos alimentos ingeridos não seja digerida e/ou absorvida, reduzindo ainda mais a quantidade de calorias da alimentação.

Enfim, agora a pergunta que não quer calar:

Plano de saúde cobre cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica abrange principalmente qualidade de vida e saúde, mesmo que muitas pessoas enxerguem como uma cirurgia de âmbito estético, ela não pode ser feita sem indicação clínica por afetar diretamente a saúde (física e mental) e bem-estar do paciente.

Então como dito em plano de saúde x cirurgia plástica, as operadoras de plano de saúde não são obrigadas a oferecer cobertura para cirurgias plásticas, com finalidade puramente estética. Apenas estão cobertas as cirurgias específicas que influenciam na qualidade de vida, saúde física e mental do paciente.

Em conclusão, a resposta é SIM, o plano de saúde possui cobertura para cirurgia bariátrica.

Carência para realizar a cirurgia bariátrica

A carência dentro do plano de saúde é o tempo necessário de contrato para a realização de determinados procedimentos.

A cirurgia bariátrica entra com o mesmo período de carência de doenças pré-existentes, de dois anos (24 meses).

Porém, em alguns casos, o médico poderá solicitar que a cirurgia bariátrica seja aconselhada em caráter emergencial, em casos onde o paciente possa ter sua saúde agravada por outras patologias caso a cirurgia não seja realizada.

Neste exemplo, o prazo de carência se reduz ao período de cirurgias eletivas, normalmente com o prazo de 180 dias.

Cirurgias reparadoras

As cirurgias reparadoras são procedimentos cirúrgicos que visam reconstruir ou reparar (como o próprio nome já diz) alguma parte do corpo. Nos casos de cirurgias bariátricas, a cirurgia reparadora pode ser indicada pelo excesso de pele pós cirurgia.

Os planos de saúde são obrigados a cobrir esta cirurgia e seus custos.

Ainda com dúvidas sobre a relação entre cirurgia bariátrica e planos de saúde?

Nós da Virtua Corretora somos especialistas em planos de saúde. Entre em contato conosco para tirar suas dúvidas ou para encontrar melhores condições de pagamento para seu plano de saúde, Fale agora com um de nossos especialistas.

Qual sua necessidade hoje?

Faça uma Simulação pelo WhatsApp


Qual sua necessidade hoje?

Faça uma Simulação pelo WhatsApp